5 razões para abandonar as fichas de cadastro de CFC manuais

As fichas de cadastro de CFC feitas de forma manual ainda continuam sendo muito utilizadas, mesmo com todas as novas tecnologias que surgiram nos últimos anos. Com a possibilidade de migrar essas informações para o ambiente digital, por que uma empresa deveria continuar apegada aos processos manuais?

Enquanto você enfrenta as dificuldades causadas pelas fichas de cadastro de CFC, os seus concorrentes utilizam sistemas de gestão integrados que facilitam a inserção e manipulação dessas informações. Além de ser deixado para trás pelos concorrentes, você também não consegue entregar toda a qualidade que o seu cliente merece se não abrir mão das fichas manuais. 

Se você ainda não está convencido dos ganhos que as novas ferramentas digitais podem oferecer, confira, neste artigo, 5 razões para abandonar as fichas de cadastro de CFC manuais!

1. Lentidão nos processos

O simples fato de ter que preencher fichas de cadastro de forma manual já representa uma perda de agilidade quando comparamos à digitação. Porém, ainda é preciso considerar o tempo perdido na manipulação dessas fichas, o armazenamento correto e as ocasiões em que é necessário o retrabalho de inserir essas informações em outro local.

Um sistema digital facilita a criação e atualização de um cadastro. Além de ser mais ágil digitar em vez de escrever, o sistema pode ficar responsável por inserir dados de forma automática e acelerar todo o atendimento ao cliente.

2. Erros de informações

Outro problema na utilização de fichas de cadastro de CFC é a possibilidade da ocorrência de erros. O papel aceita qualquer informação que for inserida, mesmo que esteja incorreta ou incompleta. Por outro lado, um sistema para CFC somente permite que sejam inseridas informações corretas e completas – minimizando a ocorrência de erros no armazenamento das informações.

3. Perda de dados importantes

Imagine que aconteça um acidente e você perca parte das fichas de cadastro armazenadas. Ou, então, que a ficha de um cliente seja colocada na pasta errada e nunca mais seja encontrada. Essas situações de perda de informações podem causar um grande transtorno para a sua empresa.

Além de ter o trabalho de obter novamente essas informações, é passada uma imagem negativa ao cliente, que precisa informar novamente todos os seus dados pessoais, não é?

4. Dificuldade na consulta de informações em fichas de cadastro de CFC

Toda vez que você precisa consultar informações de um cliente, é preciso ir até o arquivo e encontrar a ficha em questão. Essa é uma rotina que demanda tempo dos funcionários e poderia facilmente ser eliminada com um sistema digital – que permite o acesso de qualquer informação com poucos cliques.

5. Impossibilidade de integração

Utilizar fichas de cadastro manuais significa que o CFC ainda realiza os processos de forma isolada. Existe um local para o armazenamento das fichas de cadastro, uma outra planilha para agendamento de aulas, um controle financeiro feito de forma paralela, entre diversas outras rotinas que fazem parte do dia a dia de uma empresa.

Um sistema de gestão para CFC permite que todas informações e rotinas sejam integradas. Além de inserir as informações cadastrais de um cliente, você também pode lançar um agendamento de aula ou informar a realização de um pagamento – que já vai automaticamente para os controles financeiros.

A Bludata desenvolveu uma solução sob medida para a sua Auto Escola informatizar os processos. CLIQUE AQUI e saiba mais.

Você ainda utiliza fichas de cadastro de CFC de forma manual? O que você pensa sobre a utilização de um sistema de gestão para CFC? Deixe o seu comentário! Inscreva-se na nossa Newsletter e receba todo mês nossos conteúdos no seu e-mail, CLIQUE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *