Controle financeiro no CFC: qual a sua maior dificuldade?

diminuir a inadimplência
4 conselhos para você diminuir a inadimplência no seu CFC
12 de novembro de 2018
plano de vendas
Sua Autoescola já tem um plano de vendas para 2019?
7 de janeiro de 2019
Exibir Tudo
Controle financeiro

Controle e planejamento financeiro são elementos essenciais para o bom andamento dos negócios. No entanto, para muitas empresas a questão ainda é um desafio.

De acordo com dados divulgados pelo SERASA quase 50% das empresas brasileiras sofrem com atrasos nos pagamentos. Nessa realidade, a falta de controle financeiro é uma das principais razões apontadas.

Afinal, quando uma empresa não consegue controlar suas contas, muita coisa pode dar errado. Inclusive, é por causa disso que muitas delas acabam fechando as suas portas com pouco tempo de vida.

Para evitar problemas, é importante que você conheça a realidade financeira do seu Centro de Formação de Condutores e saiba onde estão os erros nesse processo. Do contrário, qualquer tomada de decisão errada pode ser fatal.

Dificuldades mais comuns enfrentadas pelos CFCs

Muitas vezes o empresário acaba nutrindo alguns hábitos que podem prejudicar a vida financeira do CFC. Muitos se apegam a dados não relevantes, enquanto outros não mantém nem o básico.

O problema é que nem sempre a falta desses indicadores evidencia um problema logo de início. Mas, quando ignorados, eles se tornam verdadeiras bolas de neve, difíceis de serem resolvidas.

Portanto, está na hora de saber em que ponto você está errando e conhecer como essa realidade pode ser melhorada. Vamos lá!

Falta de foco e planejamento

De acordo com os dados que apresentamos no início desse artigo, fica claro perceber que o planejamento financeiro é uma necessidade. Porém, são poucas as empresas que se dedicam a fazê-lo.

Isso explica porque muitas delas fecham suas portas de forma tão precoce.

Para começar a fazê-lo não existe fórmula mágica. É preciso se debruçar para entender seus números, os próprios gastos e construir um controle mensal do orçamento. Neste caso, ser metódico e responsável com as finanças da empresa nunca é demais.

Descontrole nas contas a pagar e receber

Se as contas não fecham no final do mês é bem provável que você esteja controlando mal esse indicador. Afinal, quando não há um equilíbrio entre o dinheiro que entra nos caixas da empresa e aquele que sai, o saldo tende a ir parar no vermelho.

Para corrigir esse problema é importante fazer o registro de todas as vendas, com seus devidos prazos. O mesmo deve ser feito com todas as despesas da empresa, incluindo as fixas e uma margem para as variáveis.

Fazendo isso você evita divergências que possam vir a prejudicar a saúde financeira do seu CFC.

Acúmulo de despesas

Muitas empresas acabam tendo dificuldades para controlar esse indicador, pois acreditam que esse tipo de gasto não é controlável. Ou seja, fazem parte de uma lista de custos que não pode ser cortada, o que não é verdade.

Logicamente que toda empresa tem alguns custos obrigatórios, como água, luz, telefone, etc. Mas, de forma estratégica é possível fazer alguns cortes e economizar. Sobretudo quando esses valores passam a pesar no caixa da empresa.

Para melhorar esse indicador, trace um plano de despesas fixas e estabeleça categorias de economia. Fique de olho principalmente nas pequenas despesas.

E para saber se o que o seu CFC oferece é realmente rentável, procure levantar quais são os seus custos com folha salarial, compras, manutenção do escritório e da sua frota, por exemplo.

Falta de acompanhamento dos resultados

Acompanhar o fluxo de caixa, as contas a pagar e receber e outras operações é sempre benéfico. Entretanto, é preciso estabelecer estratégias antes de começar.

Além do controle, é preciso integrar os dados e interpretá-los com a ajuda de relatórios precisos. Só assim será possível dizer se o seu CFC está dando lucro de verdade ou está amargando um prejuízo.

Para facilitar conte com o Autodata

O Autodata é um software ERP perfeito para o seu CFC. Com ele o controle financeiro é facilitado e você têm inúmeros recursos para isso.

Nele é possível controlar as contas a pagar e receber, lançar e baixar títulos, abrir ordens de serviços e acompanhar os pagamentos. Além disso, possui controle separado de Contas Bancárias e Caixa, permitindo um controle mais organizado e relatórios gerenciais mais precisos.

E então, ainda tem dúvidas de que o Autodata é o sistema ideal para o controle financeiro do seu CFC? Faça o teste e descubra!

Solicite uma demonstração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *